Sobre mim

Comecei a cozinhar tarde… os tachos eram pertença da minha mãe!! Mas o bichinho de cozinhar estava cá dentro, e quando era necessário lá ia para a cozinha!! Mas a minha mãe é uma mestre da culinária e tudo o que faz, faz bem. Por isso não tinha vontade nenhuma de cozinhar, apenas queria saborear as delicias dela (ainda hoje adoro!!). Os anos foram passando e a necessidade de cozinhar começou a surgir…

Porém, havia um problema… Desde muito cedo que sofria de excesso de peso. Fui uma bebé e uma criança gordinha. Na minha adolescência pratiquei muito desporto o que me fez manter o controlo do peso. Mas o problema começou mesmo aos 18 anos quando fui para a faculdade e deixei de fazer qualquer desporto e de ter cuidado com a alimentação.

A partir daí comecei na minha longa viagem por tratamentos e dietas para a perca de peso. Experimentei de tudo!! E claro que eram, nada mais nada menos, que meras dietas io-io. Em três ou quatro meses eu perdia 20 kg, mas depois voltava ao mesmo, e por vezes até ganhava mais do que tinha perdido.

Acerca de quatro anos tive uma reviravolta muito grande na minha vida e foi onde eu tomei consciência daquilo que me tinha tornado. Até lá nunca tinha tomado consciência da forma como estava, embora fizesse dietas à mesma.

Tenho 1.60 m e há quatro anos atrás pesava cerca de 95 kg (talvez um pouco mais, mas nunca cheguei à barreira dos 100 kg). Comecei com tratamentos de acupunctura e uma reeducação alimentar (durante uns tempos até vegetariana fui). Gradualmente comecei a perder peso e a ganhar qualidade de vida. Até ao inicio de 2017 já tinha perdido cerca de 20 kg.

Em finais de Fevereiro, inícios de Março de 2017 conheci este novo estilo de vida… A “dieta” paleolítica!! Foi amor à primeira vista. Hoje sei que foi a decisão mais acertada que fiz em toda a minha vida… Nunca mais quero outra alimentação. E ao longo dos tempos fui perdendo os quilos que cada vez mais estavam difíceis de perder (já estou na casa dos intas!!). E volume nem se fala!!

E finalmente com o Paleo eu sou muito feliz!!

E com o Paleo descobri que adoro cozinhar e de inventar na cozinha… Na minha “caverna” eu sou muito feliz!! Parece que o bichinho se soltou e só quero melhorar dia após dia para ser uma cozinheira de mão cheia como a minha mãe. Hoje posso dizer que ADORO COZINHAR!!

Este blog nasceu, assim, das muitas partilhas de fotos e receitas que fui publicando no Facebook e que os amigos adoravam. Daí foi um passo para criar a página WOMAN PALEO para motivar e dar a conhecer a dieta Paleo, com muitas dicas e receitas paleolíticas.

Espero que se divirtam tanto como eu e que se deliciem com as receitas da minha caverna.